Selecione abaixo o cardápio da semana, avaliando o período de sua preferência:


Cardápio Fresh Meal / Semana: De 21 a 25 de Janeiro
Cardápio Fresh Meal / Semana: De 14 a 18 de Janeiro
Cardápio Fresh Meal / Semana: De 17 a 20 de Dezembro


NA MÍDIA

Alimentação gourmet e com saúde

Padrões estéticos podem ser adquiridos, mesmo que por um período curto de tempo. Saúde, não. “Não se compra saúde, a não ser que a pessoa invista, ao longo de sua vida, em uma alimentação saudável”, frisa a chef de cuisine santé Daniela Khouri, fundadora da Fresh Meal, empresa líder em alimentação preventiva que trouxe a Curitiba um novo conceito dentro da proposta de gastronomia funcional. Com 47 anos, Daniela é engenheira de alimentos com formação em marketing e gastronomia. Ela própria é um exemplo dos resultados de um plano de nutrição funcional, uma inspiração para os clientes da empresa, que adquirem planos personalizados para sua realidade e necessidades. Os cardápios são assinados por Daniela e uma equipe de nutricionistas. Os clientes podem receber os pratos prontos e frescos na comodidade da sua casa, no trabalho, enfim, no local que indicarem.

Recentemente realizei uma cirurgia e experimentei o plano da Fresh Meal, com objetivo de melhorar a recuperação e o preparo da imunidade no período pré-cirúrgico. Desejava ficar estar bem saudável para me recuperar melhor, e consegui. Meu médico, inclusive, ficou impressionado com a velocidade e a qualidade de minha recuperação. E tudo com um cardápio gourmet, sofisticado, saboroso, variado e surpreendentemente nutritivo e equilibrado. Nesta entrevista exclusiva, Daniela Khouri nos conta mais sobre reeducação alimentar para uma vida saudável.


Há dois anos no mercado, a Fresh Meal é reconhecida pela proposta diferenciada, dentro do conceito, que é uma tendência mundial, da nutrição funcional. Qual o diferencial da abordagem da Fresh Meal?

A Fresh Meal foi inspirada em muita pesquisa e estudos científicos realizados em países da Europa e nos Estados Unidos, sobre as principais tendências mundiais em alimentação funcional e nas outras ramificações, como os food maps, que compreendem uma alimentação que provoca menos alergia e intolerâncias, a categoria dos alimentos que evitam efeitos de uma má digestão, como gases e estufamento, e também o low carb, com menor consumo de carboidratos e carga glicêmica controlada para prevenir e controlar síndromes metabólicas, como obesidade, hipertensão, colesterol aumentado, diabetes, entre outras. Juntamos tudo isso, que está dentro da ramificação da nutrição funcional, e alinhamos o que há de melhor dentro das pesquisas e tendências de nutrição e saúde para formar os princípios da Fresh Meal.


Trata-se então principalmente de estilo de vida?

Sim é uma abordagem de estilo de vida.


Por que a nutrição funcional pode ser um modelo ainda mais eficiente do que a noção convencional que temos de uma alimentação saudável?

Saudável é um conceito muito amplo. A abrangência implicada neste termo é muito grande. Então trabalhamos um conceito mais focado do que isso, que é o da nutrição funcional e de controle de carga glicêmica. A nutrição funcional compreende desde entender da alquimia alimentar, envolvendo plantio, colheita, métodos de cocção, combinação adequada dos alimentos para que o organismo possa absorver melhor o que você come. E, com isso, seu metabolismo funcione melhor. Então, não basta ser gostoso, saboroso, colorido, tem que ter uma alquimia alimentar em que as combinações façam sentido. Porque existem misturas que favorecem a absorção dos nutrientes e outras que desfavorecem, são antinutrientes. Eu posso fazer uma combinação de ingredientes em que esteja dando uma fonte de cálcio em um alimento e, de outro lado, anulando ou roubando esta fonte com um outro alimento. Então a alimentação funcional, na essência, trata de entender a química alimentar para que se possa fazer combinação de alimentos favoráveis à absorção do organismo de cada pessoa.


Por isso “saudável” e “funcional” são conceitos que dialogam, mas que são diferentes, certo?

Exato. Dentro de uma alimentação saudável, há um mundo de comidas. Mas na nutrição funcional, eu já busco a funcionalidade dos ingredientes para o seu metabolismo. Como o seu organismo vai absorver estes alimentos que você está comendo? De que forma isso vai resultar para você? Na melhora da pele, do intestino, do cabelo. Porque, se ficamos apenas no conceito do saudável, é possível que as combinações feitas sejam antinutrientes no conjunto, mesmo que, isoladamente, todos os alimentos usados se enquadrem na percepção que temos de “alimentos saudáveis”. A diferença então, na nutrição funcional, é o que eu misturo com o que, qual o método de cocção, qual a quantidade e o momento em que vou comer os alimentos.


No dia a dia do cliente, como a Fresh Meal atua para permitir que ele possa manter uma rotina de nutrição funcional?

A Fresh Meal entrega ao cliente a comida pronta, não congelada, para as refeições do plano contratado. Na prática, funciona assim: você adquire um plano alimentar da Fresh Meal, de acordo com suas necessidades personalizadas, e você poderá receber as refeições em casa ou retirar aqui na sede da empresa. Você vai receber tudo já posicionado para o consumo. É muito simples, facilitando muito o cotidiano do cliente e adequando-se a sua rotina e seu projeto com o plano (emagrecer, ganhar massa muscular, desintoxicar o organismo, controlar uma doença autoimune, etc.). E temos diversas opções, contemplando todas as refeições do dia ou apenas algumas delas (como o almoço ou o jantar, por exemplo). Temos também programas específicos, como pré-feriado, pós-feriado, pré-cirurgia, programas de teste, para o cliente conhecer a nutrição funcional. Na nutrição funcional, os cardápios são preparados para que o cliente fique melhor preparado para o momento do dia. Por exemplo, à noite, os cardápios são elaborados para que o cliente possa dormir melhor, o que vai impactar em melhor qualidade do repouso, retardo do envelhecimento, porque quando dormimos mal isso acelera o processo de envelhecimento. Na hora do almoço, os cardápios são elaborados para fornecer mais energia ao cliente. Além dos planos individuais, a Fresh Meal oferece também serviços de catering.


São então vários tipos de planos que se adequam à necessidade do cliente?

Sim, até porque as necessidades dos clientes mudam. Por vezes, o cliente pode estar em um momento de um tratamento de saúde, ou então deseja comer de forma mais saudável para o seu organismo. Ou então quer emagrecer, aí atinge seu objetivo. Após isso, pode continuar comendo com Fresh Meal? Deve, tem outros planos, com quantidades e porções maiores. Se o cliente quiser, pode passar a vida conosco. Temos clientes que já estão há dois anos, desde que iniciamos praticamente.


Não se trata então de uma dieta, mas sim de reeducação certo?

A Fresh Meal não é uma dieta, é um novo conceito de alimentação. Trata-se de uma reeducação alimentar. Não é dieta, não é restrição: é combinação inteligente de alimentos, que gera uma nutrição eficiente. Hoje existe uma tendência de muita restrição, mas na prática você não precisa de todas estas restrições, a não ser que já esteja com uma doença instalada. As pessoas que não têm uma doença instalada, devem procurar fazer uma reeducação alimentar e elas devem saber o que combinar, que horas e que quantidade comer de acordo com o que seu organismo precisa. Por vezes, fazer restrições, como tirar glúten ou lactose, pode ser um equívoco. Por vezes, os alimentos que uma pessoa deixa de ingerir para compensar a exclusão da lactose em seu cardápio, por exemplo, podem sobrecarregar ou prejudicar seu organismo em outros aspectos.


É tudo então uma questão de equilíbrio?

Um ponto importante para destacarmos é que dentro da gastronomia funcional você trabalha com a reeducação alimentar. Isso significa saber o que combinar e saber a quantidade, a porção, horário em que vai comer. É tudo planejado.


E quando a pessoa viaja, por exemplo, ela sai do plano que está seguindo?

Recebendo a alimentação no dia a dia, o cliente vai habituar seu organismo a um consumo mais equilibrado. Então, ele tem uma vida normal. Nossos cardápios não são entregues em finais de semana ou feriados, por exemplo. Entendemos que é importante que as pessoas tenham uma vida social normal, sem muitas complicações ou restrições. Mas ao adotar hábitos alimentares mais harmonizados com o organismo, as pessoas passam naturalmente a escolher alimentos, e quantidades, que não vão lhes causar mal estar. Elas vão fazer escolhas mais saudáveis em seu dia a dia. Isso é nítido, as pessoas que iniciam um processo de nutrição funcional já percebem.


Ao adotar um estilo de vida que contemple a nutrição funcional, uma pessoa poderá, dessa forma, viver com mais saúde e bem-estar?

Sim, a energia mental é diferente. São escolhas, porque você pode cuidar da sua saúde e prevenir uma série de coisas. Ou você pode ir remediando, aumentar a quantidade de remédios consumidos na medida em que aparecem problemas de saúde. Sem uma reeducação alimentar, ao atingir uma idade mais avançada, a probabilidade de gastar muito com remédios é maior. E remédios podem causar efeitos colaterais negativos.


E este processo de reeducação alimentar, com a nutrição funcional, pode ser gostoso? Os cardápios são saborosos?

Deve ser. Não existe por que optar por sabor ou saúde. São os dois juntos. Até porque alimentar-se é um ato de prazer. Você só vai conseguir fazer uma reeducação alimentar se isso for prazeroso. Na Fresh Meal nós elaboramos cardápios saborosos. Os pratos não são aqueles de uma dieta. São variados, trazem ingredientes nobres. Queremos que o nosso cliente possa se divertir enquanto se alimenta. Tem mignon, salmão, atum, tortas, sobremesas, modelos de cheese cakes e brownies mais saudáveis. É um estilo de vida com que me identifico. A Fresh Meal começou em função disso. As pessoas sempre queriam saber como eu me alimentava para ser tão saudável. Tenho 47 anos, e a minha preocupação sempre foi além da estética. Porque você pode comprar soluções estéticas por um curto período de tempo, mas não pode comprar saúde, a não ser que entenda que tem que investir em alimentação.


As pessoas estão se interessando mais pela reeducação alimentar e pela nutrição funcional?

Sem dúvidas. Nosso perfil de clientes é de pessoas esclarecidas, muitos médicos, muitos nutricionistas comem conosco. E eles indicam, propagam este conceito. Muitos médicos hoje sabem que a medicina é integrativa, e isso significa que, literalmente, você é o que você come.


E quais são os planos para o futuro da Fresh Meal?

Após dois anos de fundação, temos planos agora de expandir por meio do modelo de franquias. Também queremos chegar aos mercados, com linhas Fresh Meal. E vamos lançar, agora em outubro, o cardápio vegano. Já oferecemos o cardápio completo para doenças restritivas, sem glúten, sem lactose. Já oferecemos também o cardápio vegetariano. E agora estamos lançando o cardápio completo vegano. Pensando já no futuro, sabemos que, possivelmente, não haverá tanta carne disponível, então, a sociedade tem que pensar em soluções alternativas de alimentação para esta questão.

Também iniciamos uma parceria com o Centro Europeu, com oficinas para o público sobre nutrição funcional. A ideia é desmistificar a associação que as pessoas costumam fazer de que saúde e emagrecimento implicam uma comida sem sabor e de que gastronomia é algo que engorda. A gastronomia funcional associa sabor e saúde.

Este conteúdo também foi publicado nos seguintes sites:
Outras matérias cadastradas:
• TOP Talk apresenta Daniela Khouri
• Fresh Meal defende alimentação funcional para desintoxicar organismo, melhorar a saúde e otimizar composição corporal.
• Fresh Meal comemora dia do nutricionista com palestra sobre alimentação funcional
• Centro Europeu e Fresh Meal promovem oficina sobre nutrição e beleza
• Alimentação gourmet e com saúde
• Daniela Khoury e Fresh Meal são destaques na Revista Bergerson
VOLTAR